Aprendizado internacional

Smart High School é um sistema que permite aula ao vivo no Brasil com professor nos Estados Unidos

A iniciativa é voltada para alunos do ensino fundamental e médio e já foi implantada em quatro escolas do Brasil. O sistema permite que os alunos tenham aula em tempo real e vejam seus professores nos EUA. O Smart High School (HSP) foi criado na Florida em 1997 e já opera em 66 países. Os estudantes só precisam de um computador, tablete ou smartphone com acesso à internet e webcam para assistirem as aulas.

“Não há aulas pré-gravadas. Todas as aulas são ao vivo”, afirma Ricardo Gaspar, consultor do HSP no Brasil. Os estudantes ainda contam com acesso a outras plataformas, como textos e games por meio da plataforma de educação.  ”Essa interação entre aluno e professor faz toda a diferença”, complementa Gaspar.

O curso completo foi pensado para ter a duração de quatro semestres de 18 semanas. O Smart High School é complementar ao currículo educacional brasileiro e em outubro mais oito escolas vão adotar o sistema. “Nossa meta para o Brasil é alcançar 30 mil alunos e 300 escolas dentro de cinco anos”, disse Gaspar.

Economia e História dos Estados Unidos são algumas das matérias que compõem o currículo do HSP. No final do curso os estudantes brasileiros recebem um diploma válido nos EUA, isso permite que os jovens disputem vagas nas universidades americanas.

Fonte: Exame